DMPL - Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido.

CONTÁBIL

Veja em Sway

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido e Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados


Referenciando: Seção 6


PRONUNCIAMENTO TÉCNICO PME CONTABILIDADE PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

Correlação às Normas Internacionais de Contabilidade – The International Financial Reporting Standard for Small and Medium-sized Entities (IFRS for SMEs)


Alcance desta seção

Esta seção dispõe sobre as exigências para a apresentação das mutações no patrimônio líquido da entidade para um período tanto na demonstração das mutações do patrimônio líquido quanto, caso condições específicas forem atendidas e a entidade opte, na demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados.


Demonstração das mutações do patrimônio líquido


Objetivo

A demonstração das mutações do patrimônio líquido apresenta o resultado da entidade para um período contábil; outros resultados abrangentes para o período; os efeitos das mudanças de práticas contábeis e correção de erros reconhecidos no período; os valores investidos pelos sócios; e os dividendos e outras distribuições para os sócios na sua capacidade de sócios durante o período. (Incluído pela Revisão CPC 11).


Informação a ser apresentada na demonstração das mutações do patrimônio líquido

A demonstração das mutações do patrimônio líquido inclui as seguintes informações: (Alterado pela Revisão CPC 11)

(a) o resultado e os outros resultados abrangentes do período, demonstrando separadamente o montante total atribuível aos proprietários da entidade controladora e a participação dos não controladores;

(b) para cada componente do patrimônio líquido, os efeitos da aplicação retrospectiva ou correção retrospectiva reconhecida de acordo com a Seção 10 – Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e Retificação de Erro;

(c) para cada componente do patrimônio líquido, a conciliação entre o saldo no início e no final do período, evidenciando separadamente as alterações decorrentes:

(i) do resultado do período;

(ii) de outros resultados abrangentes; (Alterado pela Revisão CPC 11)

(iii) dos valores de investimentos realizados pelos sócios e dividendos e outras distribuições para eles na sua capacidade de sócios, demonstrando separadamente ações ou quotas emitidas de transações com ações ou quotas em tesouraria; de dividendos e outras distribuições aos sócios; e de alterações nas participações em controladas que não resultem em perda de controle. (Alterado pela Revisão CPC 11)


NO RADAR: A DMPL parecer ser complexa, mas é mais simples que parece. Em resumo trata de demonstrar o PL em detalhes baseados em lançamentos e balancetes.


CONFIGURAÇÃO NO RADAR



Dinâmica da DMPL.

Para acessar as configurações da DMPL acesse Radar Contábil > Arquivo > Propriedades > Relatórios > aba DMPL.





Para apoio na construção traremos exemplo prático com base no Balancete de Verificação.



A composição da DMPL é montagem de colunas e linhas do Balancete. As Colunas são compostas pelas contas (T) Títulos e as Linhas pelas contas (A) Analíticas.




Exemplo:


Acima temos trecho do balancete com a composição do Patrimônio Líquido. Temos os seguintes fatos que devem ser informados na DMPL:

1 – O Capital Social

2 – Capital Social a Integralizar

3 – (Mutação) A composição de Reserva de Capital – Reserva Estatutária.

4 – (Mutação) Transferência do Resultado do Exercício.

5 – Total do Patrimônio Líquido.

*** Neste exemplo não foi necessário informação de contrapartida do encontro de contas porque seu saldo (lucro ou prejuízo) foi transferido para as respectivas contas de lucro ou prejuízo.

Para configurar a DMPL acesse o Radar Contábil > Arquivos > Propriedades > Relatórios > DMPL.



As contas T – Títulos, como exemplos 1, 2 e 3 irão compor as colunas do relatório DMPL. Neste exemplo para a linha 3 (Reservas) existe a configuração das colunas (Contas Títulos) e da conta 2715Reserva Estatutária (Analítica), que foi movimentada.


ATENÇÃO: O Foco deste material é a didática da montagem da DMPL no Radar Contábil


Detalhes: (1 e 2)




Neste exemplo não temos movimentos, mas temos os dados das contas de Capital Subscrito e Capital Subscrito a Realizar. As contas possuem saldo e devem compor a DMPL.

Como as contas possuem Saldo, estas são componentes do PL.

As contas totalizadoras levaram os totais em forma de saldos iniciais e finais.


Exemplo de Mutações:

Neste ano houve a transferência de parte do resultado para reservas estatutárias. Para geração da DMPL temos que gerar as colunas (títulos) e linhas (analíticas).

Para configuração das contas componentes (Títulos) bastas informar a conta.




NOTA: Posicione as Colunas da esquerda para direita selecionando as linhas de cima para baixo:

Para informar a contas de Mutações de Patrimônio basta:



1 – Exemplo de Transferência para Reserva Estatutária.

*** Apenas sinalização do exemplo.

Processo:

2 –Mutação (Fato Contábil) = Neste ponto você deve identificar o Lançamento ou movimento que deve ser registrado na movimentação.

3 – Mutação do PL (Histórico) = A descrição da demonstração é composta pelo cadastro de Histórico do sistema.

4 – Contas = Informe a conta contábil analítica.

5 – Filtro de lançamento por histórico = Use esta opção quando você demandar demonstrar os dados dos lançamentos. Em geral para mencionar sócios e distribuição, por exemplo.


DICA: Configure um grupo exclusivo de históricos para aplicação na DMPL.


DMPL:



Transferência de Resultado – Lucro

Siga as instruções técnicas passadas acima. Atente para o tipo de valor. Créditos ou Débitos.



NOTA: A DMPL deverá bater com o total do PL (Patrimônio Líquido) no Balanço.

DMPL:


Balanço/Balancete:


Alex Mantovanni

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo